Admissão da Associação dos Juízes de Angola como novo membro da União Internacional de Magistrados

Assesoria de Comunicação, 06.11.2018

 

 No 61º Encontro da União Internacional de Magistrados, realizado em Marrakech, Marrocos, no mês de outubro, a Associação de Juízes de Angola (AJA), representada pelos juízes Denise Ventura e Adelino Muhongo, foi admitida como novo membro da UIM.

A União Internacional dos Juízes de Língua Portuguesa, que tem o estímulo do associativismo como um de seus objetivos, vem trabalhando fortemente neste sentido, tanto em nível nacional quanto em nível internacional. Na gestão anterior, sob a presidência do Desembargador português Nuno Coelho, duas associações de magistrados de língua portuguesa foram fundadas: de Angola em 2015 e de Timor Leste em 2016.

Na atual gestão, foram admitidas na União Internacional de Magistrados quatro associações membros da UIJLP: São Tomé e Príncipe em 2016, Guiné Bissau e Timor Leste em 2017 e Angola em 2018. Agora sete – de oito – associações lusófonas  do mundo fazem parte da UIM e temos representantes em todos os grupos regionais. A Presidente do Conselho Executivo da UIJLP entende que o apoio internacional ainda mais amplo e o conhecimento que os magistrados passam a deter sobre os sistemas jurídicos e atividades judiciais de diversos outros países contribuem para o fortalecimento da independência judicial.

Sobre a União Internacional de Magistrados

A UIM foi fundada em Salzburgo (Áustria) em 1953, a União Internacional de Magistrados (UIM) é uma organização internacional profissional, não política, que tem como principal objetivo salvaguardar a independência do Judiciário e conta com 90 associações ou grupos nacionais de juízes como membros. Está dividida em quatro grupos regionais: a Associação Europeia, composta por 44 países; o Grupo Ibero-Americano e o Africano, cada um com 19 países e o Grupo da América do Norte, Oceania e Ásia, com 12.  Conta, ainda, com quatro comissões de estudo, que se reúnem anualmente por ocasião da reunião do Conselho Central para a análise de temas específicos de Direito Constitucional, Civil, Criminal e Social.

 

Juízes Flávia da Costa Viana (Brasil), Denise Ventura e Adelino Muhongo (Angola)

Juízes de Angola, Moçambique, Portgual e Brasil.

Juízas do Timor Leste, Guiné Bissau e Brasil.

Juízes de Guiné Bissau, Portugal e Brasil

Rua Ivone Silva, nº 6, Lote 4 , 19º Dtº do Edifício Arcis - Lisboa - Portugal